Um é pouco, dois é bom, três… É Ménage.

portocity.olx.pt/

É comum ouvirmos por ai alguns termos que  acabam ficando banalizados, vários, provalmente,  nem sabemos ao certo do que se trata; pelo menos não da maneira literal. O fato é que vivemos em uma época de maior liberdade em todos os sentidos, expressiva, política e também, como não havia de ser, sexual. Oportunidades se abrem para o novo, o desconhecido; práticas menos ortodoxas do que aquele velho “Papai e Mamãe”. Pois bem, você pode perguntar aos seus pais, aos seus avôs, o que é um fetiche ou uma fantasia sexual, dependendo do nível de conservadorismo deles no mínimo você estará sendo impertinente e vai levar um belo puxão de orelha.

Ora, quem nunca ouviu falar em “Ménage à trois” ou “ménage”? Ok. Talvez todos tenham balançado a cabeça concordando que a expressão é bem conhecida, porém, quem já praticou um ménage? Nem todos, certamente,  talvez alguns, ou a maioria, não sei. Provavelmente uns sabendo,  outros sem  saber, mas significa “mistura a três”, ou seja, relacionamentos sexuais entre três pessoas. O nome, originalmente, é Francês,  contudo e entretanto a prática mundial; bem comum inclusive,  e que não se restringe apenas  ao bisexualismo ou ao homosexualismo, existem outras maneiras de realizar a operação: Uma mulher e dois homens com bissexualidade masculina;  Um homem e duas mulheres com bissexualidade feminina; Dois homens e uma mulher sem bissexualidade; Duas mulheres e um homem sem bissexualidade; Três homens em ato homossexual; Três mulheres em ato homossexual, ou seja lá mais quanto a criatividade humana permitir.

Muitas casas noturnas têm favorecido essa prática nos últimos anos. Casais liberais que querem ter a experiência, mas não sabe onde procurar, normalmente buscam essas lugares por se sentirem mais seguros, afinal, não dá pra chegar naquela sua amiga de infância e fazer um convite tão peculiar. Não é? Muito comprometedor. Apesar de alguns outros casais nem ligarem, ou até nem serem casais necessariamente, amigos curiosos ou pessoas que mal se conhecem. Normalmente, para entrar num ambiente desse, você precisa estar acompanhado, principalmente no caso dos homens, o que faz com que muitos procurem garotas de programa.

É comum sentir desejos, e mais que normal ter curiosidades a respeito de certas coisas, mas é muito importante olhar onde pisa. Não dá pra ser de qualquer jeito, em qualquer hora, com qualquer um, em qualquer lugar. No mais, pode ser o que se quiser se o que se quer for bom para ambas as partes e não ofender ninguém.

Por Érica Colaço

Assinado, Belle de Jour…

           “Prostituta porque preciso (sobre) viver”. Esse é o maior discurso que ouvimos quando se é questionado a uma garota de programa o porquê de ela ter seguido por um caminho tão tortuoso, com tantos altos e baixos.  A questão é: que estereótipo nós fazemos dessas mulheres? Apenas de classe baixa que fogem dos mals tratos da família?  Viciadas em drogas que precisam sustentar seu vício? Mulheres pervertidas, vagabundas?

            Ela se prostituía para pagar os estudos e fez sucesso sem querer expondo esse período em um conhecido blog chamado The Intimate Adventures of a Call Girl (As Aventura Íntimas de uma Garota de Programa). Era um mistério sua identidade, ninguém sabia quem era a pessoa que escrevia aquelas histórias e assinava com o singelo pseudônimo “Belle de Jour”.  Os relatos de sua vida fez tanto sucesso que acabou virando série da TV aberta ITV, e em 2007 foi ao ar a minissérie Secret Diary of a Call Girl (Diário Secreto de uma Garota de Programa).

          Mas quem é a Belle de Jour? A pergunta que todos faziam, que intrigava leitores, jornalistas e literários,  e que foi mantida por seis anos (2003 – 2009), não existe mais. Finalmente a verdadeira identidade da emblemática personagem que despertou interesse mundial, foi revelada; Belle de Jour na realidade chama-se Brooke Magnanti, uma oncologista especializada em câncer infantil, de 34 anos, simples assim, mas essa revelação  causou frisson na Inglaterra.

           A ex-prostituta declarou ao jornal The Sunday Times ter buscado nessa profissão, a fonte para arcar com as despesas de seus estudos para PhD em informática, epidemiologia e ciências forenses. Para cada programa Belle de Jour chegou a cobrar 300 libras por hora, sendo 200 libras destinadas exclusivamente para os estudos, era considerada garota de programa de luxo e disse ao The Sunday que essa experiência durou por um ano, entre 2003 e 2004.

          Com o grande sucesso repentino,  não precisou mais seguir na vida dupla; recebeu o dinheiro dos direitos autorais do seriado e do livro lançado com a adptação das histórias do blog. Hoje ela é pesquisadora de saúde infantil num hospital da Universidade de Bristol, Grã-Bretanha,  cidade palco onde tudo aconteceu.

Por Érica Colaço

Vai tremer a terra…

 

Recife é o grande palco para a Feira Música Brasil 2009, o  evento acaba de anunciar por meio do Diário Oficial seus 24 artistas participantes, dentre eles a atração mais esperada do Festival é a banda  Nação Zumbi; além de outros artistas consagrados como Sepultura e Chitãozinho e Xororó. O FMB acontecerá entre os dias 9 e 13 de dezembro no Marco Zero.

Não somente com artistas regionais, mas dando jus ao nome, o Festival trará à cidade as atrações selecionadas: A Trombonada, André Abujamra, Aurinha do Côco, Cidadão Instigado, Daniel Migliavacca, DJ Dolores, Fabiana Cozza, Fino Coletivo, Josildo Sá, Júpiter Maçã, Kassin, Macaco Bong, Marina De La Riva, Milocovik, Mundo Livre S/A, Murilo da Rós, Nauréa, Nina Becker, Osquestra Contemporânea de Olinda, Paula Morelenbaum, Samba de Rainha, Silvia Machete, Wilson das Neves e Zabé da Loca.

Todas elas passaram por um tremendo filtro de profissionais experientes, tais como José Teles, jornalista de música e Lu Araújo, idealizadora da MIMO (Mostra Internacional de Música de Olinda), além de Russ Titelman, produtor e compositor e Richard Ogden, ex-presiente da Sony Music Europa.

Aproveitando a ótima oportunidade, a Nação Zumbi gravará em seu show o DVD em comemoração pelo aniversário de 15 anos do lançamento do álbum “Da lama ao caos”. Acontecimento muito esperado pelos pernambucanos, pois seu último registro digital foi realizado em São Paulo, que mesmo contanto com um público considerável, não equipara a atmosfera do público do Recife. O show tem data marcada para o dia 9, numa quarta-feira.

Pena de quem achar que alguém irá perder esse show por ser no meio da semana…  Apesar de ser gratuito, é melhor garantir sua presença para a Feira Música Brasil 2009, pois a noção de espaço, certamente irá se alterar.

Mais informações, clique aqui.

 

 

Até lá.

 

 

Por Bruno Nogueira

Abrindo os olhos pra tudo que brilha

foto: google imagens

 

Nascedouro, designação mais que justa para um local insólito, no qual a população de Peixinhos e seus arredores ou até mais distantes, desfrutam de um espaço cultural pleno, onde a noção de destruir ou exterminar ficou apenas para o antigo nome, matadouro.

A Refinaria Cultural Nascedouro de Peixinhos abriga nos dias 20, 21 e 22 de novembro o Cena Brasil 2009, no qual mais de vinte bandas locais e também internacionais dividirão o palco nesse fim de semana marcando a celebração da semana da Consciência Negra. Ainda no evento, o público terá acesso a uma feira social, onde os pontos de cultura pernambucanos irão expor seus trabalhos, além de oficinas e palestras referentes à questão social.

O Cena Brasil é totalmente gratuito, e em todos os dias se inicia a partir das 16h.

 

Siga a programação…

 

20/11 – Sexta-feira

*Palco Case – 16h*

Devanie

Maktub

Profiterolis

Roda de Capoeira

Maracatu Axé da Lua

 

*Palco interno – 19h*

Daniel Bento

Jorge Riba

Bongar

Isaar

 

21/11 – Sábado

*Palco Case – 16h*

Tribo Mazombo

Coco Coletânea

Vulvas em Transe

Ojira

  

*Palco interno – 19h*

N’Zambi – (Tchiba/Cabo Verde)

Ylê de Egbá

Marcelo Santana

Pax Nindi (Zimbábue)

 

22/11 – Domingo

*Palco Case – 16h*

Freeahia (Águas Belas)

Chão Céu

Coco de Malê

Circo Vivant

Encontro Batuqueiros

 

*Palco interno – 19h*

Via Sat

Etnia

Carfarx

Alegoria da Caverna (Fortaleza)

Maciel Salú

 

*Refinaria Cultural Nascedouro de Peixinhos – Av. Jardim Brasília, s/n

Peixinhos, Olinda

 

 

 

Por Bruno Nogueira

Boa comida no agreste pernambucano

Foto: Divulgação

Começou dia 11/11 mas você ainda tem quase um mês para ir até o agreste pernambucano, e conferir a V edição do Festival Sabores de Garanhuns.

No total serão 10 restaurantes com pratos e serviços de atendimento diferenciados.  O evento realizado pelo Sebrae, em parceria com a ABRASEL promete beneficiar não só o paladar dos clientes, como também capacitar profissionais da área.

A ideia do festival é promover cursos e palestras antes do festival, como forma de qualificação para esses profissionais. Nos cursos os garçons poderão aprender decorar e preparar pratos, atendimento ao cliente e oficina de vinhos.

Os restaurantes participantes criarão um prato que será servido aos clientes, dependendo da aceitação do público o prato poderá ser incluído no cardápio. Ganha o estabelecimento, e mais ainda o cliente.

 Confira os restaurantes e pratos participantes:

 

Alforria Bar e Restaurante

Endereço: av. Rui Barbosa n° 823 – (87) 3762.1758

Prato: Filé Sete Colinas – Filé recheado com provolone ao molho de vinho tinto, acompanhado de arroz com cenoura e batata frita R$ 17,90 porção individual

Restaurante O Chalé

Endereço: av, Rui Barbosa n° 1155 – (87) 3762.1552

Prato: Rondeli Suíça Pernambucana – Rondeli de abóbora, recheado com charque e coberto com molho de graviola. R$ 22,90 kg (foto 2)

Escritório Bar, Restaurante e Pizzaria

Endereço: av. Amauri de Medeiros n°97 – (87) 3761.0053

Prato: Gratinado Pernambucano – Arroz ao leite de coco, camarões refogados no azeite, purê de macaxeira e batata inglesa, charque desfiada com cebola e manteiga de garrafa e queijo coalho ralado. Litoral, Agreste e Sertão. R$ 19,90 para 2 pessoas

Restaurante Chez Pascal

Endereço: av. Rui Barbosa n° 891 – (87) 3762.0070

Prato: Filé Chez Pascal – Medalhões de filé ao molho de laranja, acompanhado com batata rostí e arroz cremoso com brócolis. R$ 29,90 para 2 pessoas (foto 1)

NaSala Restaurante e Self-service

Endereço: av. Rui Barbosa n° 498 – (87) 3762.4247

Prato: Peixe a moda da casa – Filé de peixe empanado, ao molho especial de legumes, acompanhado de purê de batata e arroz branco. R$ 18,90kg

Estação Doçura Burgueria

Endereço: av. Rui Barbosa n° 746 – (87) 3761.1270

Prato: Mexican Burger – Pão sírio, picanha em pedaços, alface, tomate e cebola. Molho apimentado guacamole. R$ 8,90

Restaurante o Relojoeiro

Endereço: av. Euclides Dourado n° 277 – (87) 3763.7095

Prato: Filet D`a Maria Clara – Filet grelhado a molho com champignon, creme de leite e pimenta do reino acompanhado por arroz tropical-cereja, banana e abacaxi- e tomate recheada com canudinhos de queijo, presunto e gorgonzola. R$ 16,00 para 1 pessoa, R$ 27,00 para 2 pessoas

Varanda Restaurante e Pizzaria

Endereço: av. Euclides Dourado n° 450 – (87) 3761.1644

Prato: Paçoca a Varanda – Paçoca de charque, acompanhada com arroz com queijo coalho, feijão macassa e purê de abóbora. R$ 22,50 para 2 pessoas

Terraço Churrascaria

Endereço: av. Rui Barbosa n° 1070 – (87) 3762.9032

Prato: Moqueca do Agreste – Moqueca de camarão na moranga, acompanhado com arroz de brócolis e batatas douradas. R$ 41,50 para 2 pessoas

Whiskonderijo Restaurante

Endereço: av. Ernesto Dourado n° 118 – (87) 3761.3978

Prato: Picanha suína ao molho da terra – Picanha suína à milanesa, cortada em finas fatias, ao molho de legumes refogados na manteiga e flambados no vinho tinto, acompanhada com arroz fantasia – jerimum, brócolis e uvas passas – e batatas portuguesas. R$ 18,90 porção individual

Por Ariane Feitosa

 

 

 

Do escrachado ao stand-up

57555,573,80,0,0,573,175,0,0,0,0
Foto: Divulgação

Todo legítimo Recifense(e até os agregados) conhecem muito bem o estilo de peças teatrais que mais são exibidas na cidade. Mas principalmente, todos sabem do estilo de humor que são empregadas em peças de comédia. O intitulado “humor escrachado” de uns 10 anos pra cá tomou conta dos palcos da capital pernambucana. Grupos tem aos montes, artistas desse gênero estão em todos os cantos. Mas um grupo com estilo diferente vem ganhando espaço no cenário humorístico da cidade. O Stand-up comedy, ou traduzindo, comédia em pé, tomou conta do Brasil e finalmente chegou aqui. O improviso é a peça-chave, o diferencial dessa turma. E falo com toda propriedade de quem já quase urinou nas calças de tanto rir em uma dessa apresentações.

Nada nelhor do que escutar uma piada feita na hora, saindo quentinha do forno. Muitos artistas começaram a surgir depois do estouro do santd-up, e que apareçam mais e mais. Você não precisa ser humorista com todas as letras, basta ser criativo, mas é claro que uma pitada de diversão precisa ter.
E para os que conhecem, para os que não conhecem, para os que conhecem e ainda não foram assistir, eu recomendo o “Tripé da comédia”. Trio formado por Murilo Gun, Hugo Esteves e Nil Agra.
Eles se apresentam toda sexta-feira no teatro Barreto Júnior, no Pina. A apresentação começa às 22h e fica em cartaz até o dia 27/11. Foi por causa deles que quase paguei o maior mico da minha vida dentro do teatro. E são eles que eu recomendo para vocês quase molharem suas calças também.
Por Ariane Feitosa
Categorias:Lazer Tags:, , ,

Sexta feira?? Não. É TERÇA…

Você pode está pensando: terça feira, comecinho de semana, trabalho faculdade, família… Só? Eu digo que não. Terça no Recife e Olinda tem cheirinho de sexta feira, dia de badalação. Pois é, as duas cidades ganham no quesito atrativos e atrações, para agradar todos os estilos. Quem quiser curtir a noite vai encontrar Samba, Jazz, Batuques e Tambores,  Black e DJ’s. Um verdadeiro leque de opções; Só não vale esquecer que amanhã é dia de “branco” (trabalho), e que se for pra beber é melhor sair sem carro; evitar uma multa nunca é demais. Agora, pra quem curte uma vida mansa e sossegada, a gente coloca uma pequena mostra da programação alternativa hoje no grande Recife:

  • Rua do Amparo em Olinda, as 19h, na conhecida Bodega do Veio, tem a “Terça do Vinil”;  o DJ 440 coloca o que há de melhor do samba, bossa e rock nos seus mixtapes e deixa tudo eletrônico. Bom pra dançar e interagir.

ENTRADA GRATUITA

  • Bem pertinho da Bodega, só subindo uma ladeirinha, a partir das 20h começa o ensaio da Escola de Sampa Preto Velho e uma oficina de Percussão. Ainda pode passar ali no mirante e observar aquela paisagem do Recife que só dó Alto da Sé pode se ver.

ENTRADA GRATUITA

  • Pátio de São Pedro, bairro de São José, centro do Recife, hoje é dia de TERÇA NEGRA,. Encerramento da 5ª jornada pernambucana de MC’s. Haverá a escolha do melhor improvisador de versos cantados em hip hop e quem vencer vai pro Rio de Janeiro representar Pernambuco em um cuncurso de MC’S.

ENTRADA GRATUITA

  • O Café Porteño apresenta o grupo Dom Ângelo Jazz Comb, uma mistura do jazz instrumental norte-americano com a nossa histórica bossa-nova, e uma pitada dos ritmos americanos.

ENTRADA R$ 10,00

É só aproveitar!!!

 Por Érica Colaço